Softwares, impactam vidas!

Olá!

Incrível, como somos dependentes dos softwares, e como estes, tornaram-se assunto de boteco, happy hour e do dia a dia entre pessoas comuns, e não somente profissionais da área de Tecnologia. As pessoas podem comentar sobre o seu dia de trabalho, e quando percebemos, tem uma pontinha de software ali… Pode ser uma visão meio nerd? Talvez! #UmDiaQueroSerNerd

Trechos de um bate papo, ocorrido entre eu(Fernandes) e a uma motorista do Uber .

“Eles poderiam liberar logo a funcionalidade, pois nos ajudaria muito em nosso trabalho”

Por quê acha isso?

“Eu saberia desde quando o usuário está na plataforma”

Verdade…

“Hoje, eu configurei a forma de pagamento mais restrita, quero medir o volume de corridas”.

Não sabia que isto era possível. Este recurso é novo?

“Não, faz tempo, eu utilizo muito quando trabalho até mais tarde”

Realmente, é muito mais que uma simples funcionalidade, é sim, uma proteção extra para sua integridade física

“Eu, só fico com medo quando tem atualização do aplicativo, percebi que algumas coisas podem mudar ou PARAR de funcionar. Isto complica nossa vida”

Software, funcionalidades, requisitos, deixaram de ser papo de T.I., projeto e área de negócios…

Softwares, impactam vidas!

Quando a gente entender isto, iremos nos preocupar VERDADEIRAMENTE com as entregas.

Seu projeto também é assim!

#VidaRealAlemDoPostIt

#FernandesLima

#PrototipandoRequisitos

Insights X Mars InSight – Trabalho diário e duro

Olá!

No dia 26/11/2018 as 17:52:59(horário de Brasília – um minuto antes do previsto) a sonda da NASA, Mars InSight pousou em Marte. É um grande feito para a ciência, e para a humanidade. Ela foi lançada em Maio/2018, percorreu 482 milhões de quilômetros até o seu pouso.

O resultado vem com a caminhada, e no caso da Mars InSight, um trecho de 482 milhões de quilômetros. E tem gente que deseja resultados rápidos.

“Fernandes, eu não sou astronauta”

“Eu trabalho com projetos, então isto não tem a menor relevância”

Explico.

O que vou abordar é sobre trabalho duro e diário para atingir resultados. Isto esta relacionado com projetos?

Lendo as matérias sobre a sonda Mars InSight, fiquei pensando:

  • Quanto trabalho duro(diário) foi realizado desde quando eles tiverem o primeiro insight?
  • Quantas horas de estudos? Pesquisas? Simulações ? Testes?
  • Quantos aprendizados surgiram durante esta jornada?
  • Quantas vezes a equipes envolvidas falharam?
  • Quantas vezes pensaram em desistir?
  • Quantas vezes tiveram que buscar mais conhecimento?
  • Quantas vezes tiveram que reunir para discutir problemas específicos?
  • Quantas vezes discutiram?

Não sei quantas, mas imagino que foram inúmeras.

Depois do “insight”, vem muito trabalho duro, diário, comunicação e colaboração.

E os resultados? Podem vir.

Não importa se teve um “insight” ou “Mars InSight”, o que faz a diferença é trabalhar duro, interagir, discutir(respeitosamente) e aprender com todos.

Depois do insight vem o bom e velho trabalho diário.

E este bom e velho trabalho, pode ficar ainda mais interessante quando interagimos colaborativamente com as pessoas. Mindset colaborativo.

Vamos continuar nossa caminhada!

Parabéns a equipe da NASA e a todos os envolvidos!

Que a nova hospede de Marte, consiga atingir todos os seus resultados nesta longa jornada!

Veja um pouco mais sobre este grande feito 

#boratrabalharduro

#boracompartilhar

#borainteragir

insight pousando nasa

 

 

Por quê compartilhar ?

Olá!

Porque podemos contribuir com o aprendizado de outras pessoas(e o nosso próprio), times e empresas! Esta explicação deveria ser suficiente.

Tentarei explicar melhor…

Vamos imaginar que eu(Fernandes) esteja num grupo de Whatsapp sobre produtividade, e que alguém compartilhe uma dica sobre: “como organizar melhor suas tarefas”.

Diante deste conteúdo compartilhado, eu posso tomar algumas ações(legítimas, todas elas):

  1. Ignorar (nada contra)
  2. No mínimo ler e descartar, pois isto não serve para mim e ninguém (nada contra)
  3. No mínimo ler, não serve para mim, mas pode servir para outro e compartilho (nada contra)
  4. Ler, refletir, pesquisar mais sobre o tema, promover discussões(respeitosas) e compartilhar com outras pessoas.

Penso da seguinte forma, se isto pode me ajudar, então também poderá ajudar outras pessoas. Simples assim!

Agora, caso não tenha valor(no meu modesto entendimento), eu não compartilho.

Muitas vezes é algo (extremamente) simples, mas o importante é contribuir e gerar aprendizado. Quem sabe este pequeno compartilhamento pode fazer a diferença.

E isto não tem nada a ver com ser bom samaritano – estou bem longe disto.

No meu ponto de vista, esta mais ligado ao fato de: ao compartilhar, novas ideias, discussões, compartilhamento, aplicações e aprendizados podem surgir, com isto potencializamos o conteúdo para todos.

Compartilhar o quê?

Eu costumo compartilhar, os itens abaixo:

  • Dicas de livros
  • Dicas sobre eventos pagos e gratuitos
  • Artigos/posts
  • Vídeos/podcasts
  • Frases inspiradoras
  • Cursos pagos e gratuitos
  • Workshops pagos e gratuitos
  • Meetups pagos e gratuitos

“Compartilhar é a nova maneira de aprender”. Sinceramente, não me lembro  quem disse esta frase.

Compartilhar para contribuir!

Para mim faz todo o sentido, até porque vivemos na era da economia compartilhada, ou não?

Este é apenas o meu ponto de vista!

boracompartilhar

 

 

Usuário final ganhando desconto para testar o produto – Isto ecziste?

Olá!

O Uber vai descontinuar o Uberpool e para substituir, lançará o Uber Juntos… Até aqui, tudo bem, mas a empresa, resolveu oferecer descontos para os usuários(passageiros) testarem(na vida real) a nova modalidade.

Qual foi a última vez que você ofereceu desconto para os seus usuários ? Lembra?  rs..rs

O ponto central para mim, é a empresa colocar o passageiro(usuário final do aplicativo) para testar o produto em condições reais e como incentivo ainda oferecer o desconto.

Além do desconto em si, que acaba chamando a atenção, o fato de envolver desta forma  o usuário final, acho fantástico. Não tem como saber, qual foi o envolvimento do usuário final na fase de concepção, ideação e a liberação dos primeiros releases desta funcionalidade.

“A companhia ainda ressalta que nos primeiros três meses, como incentivo para que os usuários testem o produto, as viagens terão valor até 50% inferior”

Quanto mais envolvermos o usuário final com o nosso produto, maior serão os ganhos, tais como:

  • Benefícios para o produto
  • Aprendizados sobre nosso usuário
  • Pontos a serem evoluídos
  • Interações do usuário com o produto em condições reais – vida real
  • Aumento do engajamento
  • Promoção da marca (se tudo der certo)

Esta ação merece ou não merece nossa atenção e no mínimo uma reflexão – novo tempos, meu amigo

#foconousuáriofinal

#mindsetcolaborativo

#leanstartup

UberUsuarioFinalAprovado

 

 

 

4 motivos para envolver o usuário final na concepção de produtos digitais

Olá!

Vamos começar explicando o que é um produto digital: Um software, seja ele uma app, aplicação desktop/web, embarcdo ou outra encanação qualquer.

E quem é o usuário final em nosso ponto de vista? O profissional que utiliza frequentemente o produto digital para:

  • Realizar alguma atividade que impacte (in)diretamente o cliente
  • Facilitar suas tarefas com o apoio do produto digital
  • Contribuir para tomada de decisão com base em informações extraídas deste produto digital
  • Otimizar sua rotina, liberando para atividades mais nobres
  • Outros

Veja os 4 motivos:

  1. Seu cliente é importante
  2. Engajamento do usuário final
  3. Construir/evoluir produtos melhores com foco nas reais necessidades
  4. Cliente satisfeito gera mais dividendos

Agora, vamos falar um pouco sobre cada um deles

1.Seu cliente é importante

Quando você através de um produto digital, realiza um bom atendimento, você esta respeitando e valorizando o seu cliente.

Pense no seguinte cenário:

Vamos supor que seu cliente, é uma operadora de telefonia, e o atendimento aos clientes do seu cliente é realizado via call center.  Neste local, você tem inúmeros atendentes que utilizam produtos digitais para responder dúvidas e fazer procedimentos para os clientes do seu cliente.

E se este produto digital, tivesse uma pane? Se ele fosse lento? Se ele fosse confuso…

Na pratica, isto significará que o produto digital, não levou em consideração as reais necessidades do seu cliente, ou melhor do atendente, logo o seu cliente não esta sendo importante.

2.Engajamento do usuário final

Você gosta de ser ouvido ou ignorado?

Ao ouvir o seu usuário, você estará de maneira muito simples, “dando voz a ele”.

Faz sentido ouvir este usuário final? Com total certeza, pois ele esta DIRETAMENTE envolvido no dia a dia do produto digital.

E com o engajamento, ele vai contribuir de maneira mais intensa com o produto digital. E o conhecimento que este profissional tem da operação? e do seu cliente? Vai ignorar este conteúdo?

3.Construir/evoluir produtos melhores com foco nas reais necessidades

Para construir/evoluir, a maneira mais simples é entender o dia dia da operação, fluxo de documentos, atividades, restrições…

Quem não ouviu falar de produtos que nunca foram utilizados por seus usuários?

Que são confusos?

Que não atendem minimamente as reais necessidades?

É uma forma barata e mais assertiva de construir, com proximidade com usuário final e trazendo ele para o seu time.

4.Cliente satisfeito gera dividendos

Vivemos num mundo onde o consumidor é rei, então tratá-lo bem, é nosso dever.

E quando este personagem esta satisfeito ele gera dividendos para todos:

  • a marca
  • a empresa
  • o produto
  • colaboradores

Cliente satisfeito, compra mais, indica seu produto e pode até tornar fã- do seu produto.

É fácil?

eBook-04 motivos para envolver o usuario final na concepcao de produtos digitais_Outubro_2018_v01

 

 

 

 

 

Palestra sobre Lean Inception – Paulo Caroli na HSM 2018

Olá!

Mais uma vez o mestre Paulo Caroli, dando um show sobre construção de produtos utilizando Lean Inception:

Veja o vídeo(14 min) neste link

Artigo sobre MVP da Resultados Digitais

5 passos para criar um MVP – revista PEGN

Artigo: Design Thinking + Lean + Ágil

Além da palestra, recomendo também o livro Lean Inception – editora Caroli

livrolean-inception

 

Livro Startup Enxuta

livro3

#BoraConstruir o Produto certo

 

 

 

 

 

Capitalismo consciente

Olá!

Quais os valores da sua empresa?

E qual o propósito? Seria apenas o Missão, visão e valores?

Capitalismo Consciente – o que é ?

O Capitalismo Consciente é uma nova abordagem para condução dos negócios que as melhores empresas do mundo estão adotando. Essas empresas são guiadas por um conjunto de valores que promove a prosperidade e a interligação de toda a cadeia de valor para atingir metas mais amplas de maneira justa e equilibrada.

Saiba mais 

Veja o artigo sobre Capitalismo Consciente?

Artigo da Endeavor sobre Capitalismo Consciente

Livro sobre Capitalismo Consciente

Site do Capitalismo Consciente Brasil

 

capitalismo-consciente