Personas, no mundo da Tecnologia da Informação. Isto pode ajudar?

Olá!

Resolvemos falar sobre Personas no Webinar de Introdução a personas ocorrido no dia 13/02/2020 as 20:01 (horário de Brasília).

A partir de agora, queremos aproveitar os insights, discussões e comentários gerados durante os Webinars ou minicursos online, ao vivo e gratuitos, e com isso criar posts ou outros conteúdos. Chamamos isto de Insights do Webinar.

Resumo deste post

  • Introdução a personas
  • Um projeto de TI que quase deu errado
  • Exemplo com personas do Uber
  • Dicas de livros

A ideia inicial era falar sobre personas, e como esta ferramenta pode nos ajudar em nossos projetos de tecnologia da informação.

O que são personas?

“Persona é a representação fictícia do cliente ideal de um negócio. Ela é baseada em dados reais sobre comportamento e características demográficas dos clientes, assim como suas histórias pessoais, motivações, objetivos, desafios e preocupações.”

Definição acima extraída deste post do blog da Resultados Digitais

Introducaoa_personas_Fevereiro_2020_v02-exemplos-personas-imagem

Exemplos de personas

Olhando, parece algo mais ligado a marketing ou empreendedorismo. É isto mesmo? Sim, o conceito de personas é muito utilizado no mundo do marketing (digital) e empreendedorismo. Mas será que não poderíamos aplicar em nossos projetos da área de T.I.? E foi com este pensamento que decidi fazer o Webinar.

Vou mostrar um cenário, onde a total falta de conhecimento do cliente/usuário final, quase nos causou o cancelamento de um contrato, foi por pouco.

E público alvo, é a mesma coisa que personas?

Introducaoa_personas_Fevereiro_2020_v02-diferenca-publico-alvo-personas-imagem


Um projeto de TI que quase deu errado – CASE REAL

Fomos contratados para desenvolver um software para montar um banco de dados de modelos de idades variadas para atender inúmeras demandas de agências de marketing: comerciais, eventos, figuração, etc.

Acontece que na época, eles tinham algumas milhares (4.235) de fotos que precisavam ser catalogadas inicialmente.

Estas fotos precisavam “ser imputadas” no sistema, e usar uma espécie de tags

Nosso contato: “O cara da informática que cuidava da rede desta empresa”

Funcionalidades identificadas na conversa “com a cara da informática”

  • Cadastrar modelo
  • Tipo do contrato
  • Agencias solicitantes
  • Solicitações das agências
  • Cadastro de Tags
  • Inputar fotos”
  • Pesquisar modelos por diversos filtros
  • Tipo do serviço (Figuração, comercial, rádio, job)

Passados 60 dias, fomos apresentar a primeira entrega relacionada ao “Inputar fotos”

Vamos aos problemas

1º. A pessoa que faria o trabalho ( imputar ) tinha zero domínio de informática (Windows, pastas, arquivos)

. E o encarregado deste processo, não tinha muitaS habilidades colaborativas

. A estrutura de TI era altamente precária

. Não sabíamos que a pasta onde estavam as fotos eram variáveis

. O trabalho seria feito por 3 pessoas simultaneamente, e o software somente funcionava com um único usuário

. Um dos computadores era Linux, e o sistema funcionava apenas em Windows

Introducaoa_personas_Fevereiro_2020_v02-case-real-o-que-tem-imagem

Veja abaixo como ficou, uma das personas criadas para o projeto em questão

Veja Introducaoa_personas_Fevereiro_2020_v02-persona-criada-imagem

 

Veja abaixo os problemas, relatados na utilização do software, na primeira entrega

Introducaoa_personas_Fevereiro_2020_v02-problemas-relatados-imagem

Ficou claro, que fomos para a primeira entrega, sem nenhum contato com o usuário final, sem conhecer sua estrutura de TI e quase totalmente “as cegas”.

Por quê a persona nos ajudou?

  • Nos fez entender melhor seu universo
  • Abriu uma possibilidade de diálogo para juntos, resolver o nosso problema
  • Utilização de habilidades de criação
  • Utilização de termos do seu dia a dia
  • Foi replicadora

De posse das informações acima, a gente redesenhou totalmente a aplicação.

Não sei se este exemplo ficou claro para você, mas vou apresentar um exercício que fizemos durante o Webinar de Introdução as personas.


Exemplo com personas do Uber

Quem vive nos grandes centros urbanos, sabe como o Uber revolucionou a mobilidade urbana.

O exercício que fizemos foi bem simples, mas muito didático e poderoso – a galera curtiu muito.

Com base nas informações das personas de motoristas do Uber abaixo, Quais funcionalidades você sugeriria para melhorar a experiência desta persona com o aplicativo?

Introducaoa_personas_Fevereiro_2020_v02-personas-motoristas-uber-imagem

Veja as sugestões dos participantes do Webinar (ao vivo) para o exercício acima

Persona Mirtes

“Viagens programadas (já que ela almoça todo dia em casa ela sempre vai para o mesmo destino)”

“configurar horário padrão para encerrar as viagens da manhã a fim de retornar para casa, direcionando viagens ao seu destino”

“opção de botão de pânico com aviso de um familiar. preocupada com segurança”

Persona Marcela

“Para Marcela, tem uma opção onde o Uber já chegue com alguma refeição”

“Pra Marcela, escolher a programação do rádio do carro antes de embarcar (detesta musica sertaneja).”

Estes foram apenas algumas sugestões que resolvi compartilhar, para ficar claro, o quão importante é você conhecer bem sua persona para criar funcionalidades que impactem a vida dos usuários no dia a dia.

E você, ainda vai criar produtos digitais sem conhecer a sua persona?


Dicas de livros

Introducaoa_personas_Fevereiro_2020_v02-dicas-de-livros-imagem

Espero que tenha ficado claro!

Um grande abraço

Fernandes Lima

 

 

 

 

 

 

E-book(GRATUITO) Por quê Prototipar requisitos de softwares

Olá!

Baixe o E-book(GRATUITO) sobre Por quê Prototipar Requisitos de Softwares:

http://prototipandorequisitos.com.br/ebook-prototipando

Quais os motivos para colocar o usuário final no centro da discussão, como um co criador? Em um mundo onde softwares estão em nosso dia a dia, compreender este simples fundamento, permitirá conceber, construir e entregar produtos digitais com aderência as REAIS necessidades e que faça a diferença no dia a dia do seu cliente.

Produtos digitais deveriam facilitar a vida das pessoas!

#prototipandorequisitos

Abraços

Fernandes Lima

Agilenow.com.br

 

ebook_mockup-img-1417738-20190826190430

 

 

 

Softwares, impactam vidas!

Olá!

Incrível, como somos dependentes dos softwares, e como estes, tornaram-se assunto de boteco, happy hour e do dia a dia entre pessoas comuns, e não somente profissionais da área de Tecnologia. As pessoas podem comentar sobre o seu dia de trabalho, e quando percebemos, tem uma pontinha de software ali… Pode ser uma visão meio nerd? Talvez! #UmDiaQueroSerNerd

Trechos de um bate papo, ocorrido entre eu(Fernandes) e a uma motorista do Uber .

“Eles poderiam liberar logo a funcionalidade, pois nos ajudaria muito em nosso trabalho”

Por quê acha isso?

“Eu saberia desde quando o usuário está na plataforma”

Verdade…

“Hoje, eu configurei a forma de pagamento mais restrita, quero medir o volume de corridas”.

Não sabia que isto era possível. Este recurso é novo?

“Não, faz tempo, eu utilizo muito quando trabalho até mais tarde”

Realmente, é muito mais que uma simples funcionalidade, é sim, uma proteção extra para sua integridade física

“Eu, só fico com medo quando tem atualização do aplicativo, percebi que algumas coisas podem mudar ou PARAR de funcionar. Isto complica nossa vida”

Software, funcionalidades, requisitos, deixaram de ser papo de T.I., projeto e área de negócios…

Softwares, impactam vidas!

Quando a gente entender isto, iremos nos preocupar VERDADEIRAMENTE com as entregas.

Seu projeto também é assim!

#VidaRealAlemDoPostIt

#FernandesLima

#PrototipandoRequisitos

Design Features – Detalhando funcionalidades de forma colaborativa

Olá!

Quantas vezes você já presenciou um cenário, onde uma “pequena funcionalidade”, acaba se transformando em um conjunto enorme de funcionalidade? Esta situação é muito comum, e normalmente algo muito simples, parece inclinado a ganhar musculatura de forma desordenada!

Claramente, isto não ocorre de maneira proposital. Simplesmente, quando iniciam o aprofundamento das discussões, começam a aparecer as ramificações, fruto de diferentes atores envolvidos

Acredito que eu tenho visto este novela, diversas vezes! Bem que eu poderia ter contado.

Pensando um pouco nisso, resolvemos unir alguns artefatos que utilizamos no dia a dia para identificar e detalhar Features de forma ágil, leve e colaborativa.

Desta união surgiu o roteiro passo a passo: Design Features – Detalhando funcionalidades de forma colaborativa.

Este roteiro normalmente, tem duração máxima de 7(sete) horas úteis e com extremo foco, um time de entrega: Product Owner, Lider técnico, usuário final(ou representante) e facilitador.

Antes de iniciar uma sessão de Design Features, você precisa ter muito claramente entre todos os participantes, qual deve ser a funcionalidade alvo.

Além de pensar nos participantes, existe uma agenda prévia que precisa ser cumprida, com o intuito de facilitar a logistica, alinhamento, reforçar a importância do foco extremo, comprometimento e disposição física e mental dos envolvidos. Imagina algum destes participantes, apenas comparecer, sem a devida energia para produzir, poderia comprometer o resultado.

Vamos pensar em um exemplo que esta em nosso dia a dia:

Download de series do Netflix:

Veja quantas ações e ramificações tem envolvidas:

  1. Além do Download em si
  2. Cancelar download
  3. Expirar download
  4. Renovar Download
  5. Meus downloads
  6. Lista de downloads em andamento
  7. Assistir episodio que esteja baixado
  8. Próximo episodio baixado
  9. Limpar lista de downloads
  10. Validar download

Algumas macro atividades de uma sessão de Design Features:

  • Alinhamento
  • Mapa das funcionalidades
  • Canvas Feature
  • Prototipação
  • Checklist

Imagine uma ferramenta, que propicia alto grau de alinhamento entre: Product Owner, Desenvolvedor e/ou Lider Técnico e usuário final(ou representante)!

Design Features, é mais uma ferramenta do movimento “Prototipando requisitos”

Em breve estaremos falando mais sobre este assunto!

#boraprototipar

#prototipandorequisitos

#FernandesLima

Design Thinking com Bitcoin

Olá!

São dois temas que isolados são bem interessantes!

Se você nunca ouviu falar de Design Thinking

Se você não sabe o que é Bitcoin… Para que serve? Onde vivem os Bitcoins? rs..rs

Que tal aprender as duas coisas juntas.  Aprender de forma divertida e produtiva.

Mas qual seria o elo entre ambas?

Faz sentido combinar? Participe do nosso workshop e descubra!

Dia 11/08SP – 08:30 as 18:00 – Workshop: Introdução ao Design Thinking com Bitcoin – Espaço Via Academy.

Brinde: 8 dicas para evitar ciladas na hora de investir em criptomoedas

Associação de criptomoedas

Detalhes e inscrições a partir de 02/05 – Aguarde!

E-mail para contato@agilenow.com.br

dt

 

 

 

Ferramentas para coletar, organizar, prototipar e validar requisitos de softwares

Olá!

Como você coleta requisitos?

Apenas especificando textualmente?

Quem participa do processo?

Sua empresa ainda atua no modelo de “etapas”: receber demanda, arquitetura, especificar, validar, construir, testar e entregar?

E se pudéssemos utilizar modelos colaborativos?

Ouvindo diretamente o usuário final?(poderosas interações)

Mas como fica o cliente e o Product Owner?

Como engajar o usuário final?

Venha conhecer as respostas para esta pergunta em nosso workshop:

Compre aqui: Ferramentas para Coletar 16/06 – SP – 08:30 as 18:00 – presencial(poderosas interações)

Edição anterior ESGOTADA: 24/03/2018 – 08:30 as 18:00 – SP

Aproveite o preço de pré venda(com desconto extra) até 26/03/2018

Vai perder esta?

Quer saber mais sobre os modelos colaborativos?

Google Design Sprint – 10 dicas para inovar com sucesso

Por que prototipar?

O que é Lean UX?

Livro: Obrigado pelo Feedback

#FerramentasPO

#BoraPrototipar

Design Sprint: 10 dicas para você inovar com sucesso

Olá!

Você já ouviu falar de Design Sprint?

Sabe para que serve?

Já aplicou?

Listando as 10 dicas(veja detalhes no artigo do Infoq)

  1. Faça um pré-game
  2. Tenha um desafio de negócio
  3. Reserve a mesma sala todos os dias
  4. Tenha gerentes entre os participantes
  5. Crie personas que façam sentido
  6. Testes de usabilidade com os clientes reais
  7. Coffee break
  8. Mantenha um estacionamento de ideias
  9. Consolidar materiais
  10. Espaço para descontração

Veja como funciona

De uma olhada no livro

Mão na massa!