O framework Scrum, tem se tornado cada vez mais famoso e utilizado nas empresas de variados portes.

Sua utilização no mercado de desenvolvimento de software, nem se fala.

Os pilares do Scrum, são: transparência, inspeção e adaptação. Algo “simples” de praticar… rs..rs.

Transparência, existe no mundinho corporativo? Será que podemos medir através do “Transparenciometro”? Onde compro este aparelho?

Transparência, porque todos deveriam conhecer o andamento do projeto, o compartilhamento das informações…

Fique tranquilo, as empresas estão adotando o modelo de transparência fundamentado em Frank Underwood (personagem da série House Of Cards – da Netflix).

Frank Underwood, um personagem que usa meios pouco ortodoxos, e é a encarnação do cinismo, egoísmo, maldade e outras características não muito nobres.

Então, por que relacionar o pilar da transparência do Scrum ao terrível/temível Frank Underwood?

Porque Frank Underwood nunca é transparente, somente quando fala diretamente para a câmera(de vídeo). Desta forma, ele é transparente apenas quando “fala com a câmera”…

Diante disso, os demais personagens da série, convivem com a total falta de transparência de Mr. Underwood.

Será que nós, do mundinho corporativo, não estamos parecidos com estes personagens?

Bem que poderíamos pedir para os protagonistas(da corporação) falarem diretamente para a câmera, e neste raro momento, esbanjar transparência, imitando nosso querido e amável Frank Underwood.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s