Jason Bourne – novo Scrum Master contratado – vai encarar?

Olá!
José Ruela é Scrum Master, acabou de ser contratado e pretende ajudar sua empresa a adotar o Scrum.
Foi apresentado ao time, o Product Owner, Gerência, Gestores e Diretoria.
Sua Missão: Ajudar a empresa a trabalhar com o framework Scrum, afinal, o mesmo esta na moda, todo mundo deseja adotar.
Para iniciar os trabalhos, ele decide marcar um Workshop para explicar a filosofia de trabalho do Scrum para todos.
Ele monta uma apresentação com conteúdo. O rapaz é esforçado, procura fazer o melhor.
Após o Workshop, todos pareciam ter compreendido minimamente o Scrum.
Empolgação estava no ar, diversas ideias, todos pensando no produto, em somar esforços, colaborar intensamente e comunicar ainda mais.
Tudo indicava que o Workshop tinha sido um sucesso, MAS…
O modelo mental anterior é muito forte, esta nas entranhas da empresa, processos rígidos, ambiente ríspido, e algumas vezes uma certa hostilidade gratuita, muito parecida com as alimentadas por revistas de fococas…
José Ruela era determinado, não desistirá fácil, no entanto, como bom Scrum Master, está ciente das enormes dificuldades ao tentar mudar o mindset.
Após montar o time para o primeiro projeto, forças do mal ainda resistiam… Assombrações vindas das crostas terrestres…
Então, José Ruela contratou um treinamento de uma grande consultoria para apoiar no processo. Nova empolgação – por 30 minutos apenas…
José Ruela iniciou um projeto piloto de uma semana com apenas 5 integrantes no time. Foi bem, ocorreu a entrega, porém, logo em seguida vinha a maré negativa.
José Ruela então teve outra ideia – foi interrompido pelos gestores, dizendo que, agradeciam seus esforços, mas que futebol é resultado. Foi demitido. Coitado de José Ruela. O mundo é injusto.
Foi aí que alguém teve uma ideia:
Contratar Jason Bourne como Scrum Master, sem sombras de dúvidas ele tinha inúmeras competências interessantes para lidar com resistentes:
– Sabia lutar fortemente
– Expert em remover impedimentos através de eliminar os resistentes – tiros na nuca
– Estava acostumado com tiros de todas as direções, mesmo sangrando, ainda era letal
– Não tinha nada a perder, afinal não possuía família
– E quando precisava fazer o serviço sujo, não deixava rastros
– Tinha objetivos claros
– Sempre tinha uma saída em mente, mesmo se fosse necessário aniquilar alguns elementos ruins
Em seus últimos trabalhos(ops, filmes): Identidade Bourne, Supremacia Bourne e Ultimato Bourne, ele foi implacável.
Jason Bourne, o novo Scrum Master contratado, chegará ao Brasil no dia 28/07/2016 . Vai encarar ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s