No pain, no gain: fazer o que gosta não isenta de fazer o que precisa ser feito

Olá

É muito comum ouvir que um fator de sucesso para qualquer negócio é quando o empreendedor ou o funcionário “faz aquilo que gosta”.  E isso é uma verdade: o combustível da paixão tem uma energia inesgotável, capaz de mover montanhas. Quando você descobre aquilo que gosta de fazer, aprende como fazer e encontra clientes dispostos a pagar seu preço: parabéns! Acelere, você está no caminho certo!

Veja no portal Estadão:

http://blogs.pme.estadao.com.br/blog-do-empreendedor/no-pain-no-gain-fazer-o-que-gosta-nao-isenta-de-fazer-o-que-precisa-ser-feito/

Excepcional este teto publicado no Estadão(aliás, como sempre)

Quiz rápido: parece mobilidade, mas não é, se…

Olá

er uma estratégia móvel não se limita a dar um belo smartphone para a diretoria, permitir que funcionários pendurem seus dispositivos móveis na rede corporativa ou, ainda, trazer alguma operação pouco crítica para um mal adaptado ambiente mobile. É preciso mudar, completamente, a forma como a empresa pensa, gere e executa suas atividades e estratégias.

É comum encontrar situações no estilo “parece, mas não é”. Caso sua companhia tenha um perfil parecido com alguns dos listados abaixo, acalme-se: um passo importante já foi dado e basta, agora, amadurecer o projeto.

Veja no portal CIO.com.br:

http://cio.com.br/tecnologia/2016/03/17/quiz-rapido-parece-mobilidade-mas-nao-e-se/

Excelente texto que ressalta o lado obvio da mobilidade, e por isso mesmo sensacional.

Benchmark: o que é e como utilizar para melhorar processos na sua empresa de tecnologia

Olá

Obter informação do mercado em que está inserido e comparar as ações do seu negócio com as de outras empresas é uma forma eficiente de descobrir as melhores práticas e ainda ir além. O benchmark permite deixar a intuição de lado para dar lugar a informação; saber se as dificuldades que possui são inerentes também a outras empresas e, caso não, quais foram as soluções encontradas para o mesmo problema. Mas afinal, o que é benchmark?

Veja no portal Idgnow:

http://idgnow.com.br/ti-corporativa/2016/03/17/benchmark-o-que-e-e-como-utilizar-para-melhorar-processos-na-sua-empresa-de-tecnologia/

Todo tipo de ferramentas que nos ajude a conhecer e aprimorar nossos processos e metas, deve-se investir.

 

Estória de usuário. Você saberia contar?

Olá

Levantar requisitos seguindo um modelo tradicional é uma tarefa muito difícil. Normalmente, resulta em equívocos, esforços desnecessários, complexidade e burocracia. Um problema evidente que podemos encontrar é o fato do cliente dificilmente conseguir explanar todas as suas necessidades no início, acarretando naturalmente uma incerteza sobre a direção do projeto.

Veja no portal Cultura Ágil

http://www.culturaagil.com.br/estoria-de-usuario-voce-saberia-contar/

É uma maneira bem divertida e simples de registrar requisitos.

App iFood compra tecnologia para reduzir espera pela pizza

Olá

O iFood, conhecido por seu aplicativo de pedido de refeições, anunciou hoje a compra da empresa de tecnologia de entregas rápidas SpoonRocket, que havia encerrado nesta semana suas operações em razão da alta concorrência no mercado americano. Os termos do acordo não foram revelados.

Veja no portal Exame:

App iFood compra tecnologia para reduzir espera pela pizza

Tecnologia de entrega rápidas… Que bacana hein. Investir faz toda diferença.

Ferramenta de prontuário do paciente e marcação de consultas Practo chega ao Brasil

Olá

A Practo (Android e iOS), uma start-up de cuidados de saúde criada na Índia em 2008, anunciou nesta quinta-feira, 17, sua entrada no mercado brasileiro. Inicialmente em São Paulo, a empresa vai oferecer os produtos Practo Search e Practo Ray. As ferramentas estarão disponíveis em português e inglês para facilitar o acesso de consumidores e profissionais de saúde no Brasil.

Veja no portal Mobiletime:

http://www.mobiletime.com.br/17/03/2016/ferramenta-de-prontuario-do-paciente-e-marcacao-de-consultas-practo-chega-ao-brasil/436485/news.aspx

Parece algo tão básico, que somente agora termos acesso a isso, soa até estranho.